Evanio Rodrigues de Cícero Dantas atleta do supino garante vaga nas Paralimpíadas Rio 2016

Publicado em 22/03/2016 às 23h37

Foto: Eliandro Figueira – SCS/PMI

O atleta local Evânio Rodrigues da Silva, de 31 anos, da equipe de supino da Secretaria Municipal de Esportes, recebeu uma excelente notícia no começo da semana. Ele teve sua participação confirmada na Seleção Halterofilismo, modalidade supino, que disputará os Jogos Paralímpicos Rio 2016, que acontecem de 7 a 18 de setembro.

Evânio, que também é competidor do supino convencional, foi o último a "abocanhar" uma vaga nas oito disponíveis na Seleção. Ele garantiu sua participação nas Paralimpíadas graças ao resultado conquistado no Mundial de Dubai, em 2014, quando na categoria até 88 quilos levantou 200 kg e ficou na sexta colocação.

A marca foi a primeira já levantada por um brasileiro numa competição internacional.

Em oitavo no ranking nacional, Evânio e mais outro competidor brasileiro foram os únicos a conquistarem vagas de forma direta. O atleta explica que outra possibilidade de garantir participação nos Jogos é o país ser convidado.

Segundo Evânio, estar numa competição desse nível é a realização de um sonho. “Também encaro como a consequência de toda uma dedicação”, diz. “Foi um período extenso de muito desempenho nos treinamentos, no qual também tive que abrir mão de muita coisa, de momentos de lazer e diversão, para chegar a esse feito.”

Essa será a primeira Paralimpíadas disputada por Evânio, que também entrará na história do esporte local, sendo o primeiro indaiatubano a competir nos Jogos pelo supino.

Para se dar bem na maior competição desportiva do mundo, Evânio treina firme na academia municipal. Ele faz levantamento de peso de dois a três dias por semana e intensifica os treinamentos nos demais dias com trabalho de musculação.

Competir nos Jogos Paralímpicos gera uma expectativa e, segundo o atleta local, ele quer “fazer bonito” diante do torcedor brasileiro. “Vou dar o meu melhor. Sei que a conquista da medalha paralímpica será difícil, mas tudo pode acontecer. Conseguir uma medalha num evento desse seria sensacional, até porque nosso esporte (supino) nunca alcançou esse feito”, diz.

 

História

Nascido na cidade de Cícero Dantas, estado da Bahia, Evânio mora em Indaiatuba há cinco anos. Mas foi no município de Praia Grande que o atleta iniciou na modalidade. “Recebi um convite de meu ex-técnico e resolvi me mudar para o litoral, para trabalhar e treinar”, lembra.

Os primeiros pesos foram levantados 2008, pelo supino convencional. Com poliomielite, o Evânio começou a competir como atleta paralímpico em 2010.

Com informações do www.maisexpressao.com.br

Foto: Eliandro Figueira – SCS/PMI

 

Enviar comentário

voltar para Notícias

|||bnull||image-wrap|login news c05|c05|c05|login news c05|c05|c05|content-inner||