Garoto de 14 anos cria aplicativo e fatura cerca de R$ 100 mil

Publicado em 26/05/2015 às 01h27

 

Tem gente que começa a ganhar dinheiro bem antes de entrar na universidade. É o caso do David, de 14 anos, que inventou um aplicativo para vender material escolar na internet.

Sair com os amigos, estudar. É assim a rotina de muitas crianças e adolescentes brasileiros.

O David faz tudo isso. Divide o tempo entre o lazer e os estudos. A diferença é que esse adolescente de 14 anos também trabalha, e muito. Isso mesmo. Ele é um empreendedor precoce e a criação dele fatura R$ 100 mil por mês.

É um aplicativo que agiliza a compra de material escolar, sem precisar ir à livraria. Basta preencher os campos com o nome do colégio e a série do aluno, que todos os itens aparecem assinalados.

"É muito simples: é uma lógica invertida de e-commerce. Onde as pessoas entram lá, já vai estar tudo selecionado, por isso a lógica invertida, então o que já tem, ela apenas desseleciona", diz David Braga, empreendedor mirim.

A compra leva menos de cinco minutos. A startup tem quase 3 mil clientes cadastrados só em Alagoas.

“Na hora de comprar um material escolar, dá um certo estresse, né? Ele assim fez uma coisa muito bem feita com opção de escolha de capa de caderno, de tipo de borracha, então achei muito interessante e que vale muito a pena”, conta a empresária Carla Simões.

O dinheiro é rigorosamente controlado pelos pais e a renda é quase toda revertida para investimentos futuros.

"O plano é todo para reinvestir no próprio negócio dele e no material de trabalho dele que ele investe", diz a empresária Cristiana Peixoto Braga, mãe de David.

Um especialista do Sebrae dá dicas de como os pais devem agir, quando percebem a vocação dos filhos para o empreendedorismo.

"Transformar essa ideia de negócio em um modelo de negócio e em um plano de negócio, com orientação técnica e empresarial, mas mais uma vez investindo nas relações humanas dentro da família. Explorar a ideia de negócio e não a criança, como um negócio", afirma Marcos Alencar, especialista em empreendedorismo.

"Eu brinco, eu bagunço, eu paquero, namoro, faço de tudo que um adolescente, uma criança normal faz. E ainda dá tempo para empreender. Você vai falhar várias vezes. Mas não desista, você consegue", orienta o empreendedor mirim David Braga.

Com informações do GLOBO.COM

Enviar comentário

voltar para Notícias

|||bnull||image-wrap|login news c05|c05|c05|login news c05|c05|c05|content-inner||